Lápis Mágico

Aventura perigosa

Um breve conto sobre a Cabrinha Bibi

Aventura perigosa

Bibi era uma cabrinha muito simpática, mas era também muito decidida e aventureira.

Queria conhecer outros lugares, outras terras.

Seus pais não concordavam com essa ideia. Para eles, o mundo fora do prado era muito perigoso para uma pequena cabrinha.

Contudo, Bibi não deu ouvidos aos conselhos dos seus pais e partiu à aventura.

De pulo em pulo, Bibi andou por muitos lugares, conheceu muitos animais. Até que chegou a uma praia e ali ficou, na areia, admirando a imensidão do mar.

Entretanto, chegou um grupo de jovens que tentaram agarrá-la . Bibi ficou assustada, tentou fugir mas não conseguiu. Foi agarrada e levada para uma cerca onde se apercebeu que ia ser “cabrito assado”.

Aflita, lamentou-se: porque não obedeci aos meus pais? Agora vou morrer tão nova. É o preço que pagamos por sermos desobedientes.

Calou-se por momentos e decidiu: a minha vida não pode acabar assim. Tenho de fazer alguma coisa. Depois de muito pensar, teve uma ideia: fingir-se de morta.

Assim fez e, de manhã, quando os homens a iam buscar para a matar, viram-na estendida no chão, sem sinais de vida. Viraram costas e foram-se embora deixando a porta aberta.

Bibi esperou que desaparecessem e fugiu só parando no prado onde fora criada e vivera com os pais.

Ana Ferreira, 2016, Lápis Mágico

Descarrega fichas de trabalho sobre Aventura perigosa:

Aventura perigosa, ficha pdf nº1

Adira à nossa lista especial para receber conteúdos didáticos