Lápis Mágico

A bruxa Titica e a poção aboboresca

Um conto inédito com duas bruxas, uma poção mágica que não funciona e muita chuva... Perfeita para o Dia das Bruxas?

A bruxa Titica e a poção aboboresca

A Bruxa Titica era uma Bruxa de cabelo avermelhado, comprido e pele morena. Nada assustadora, à primeira vista, quando estava bem disposta.

Apenas quando lhe corria mal o dia – ou seja quando as suas poções não funcionavam- é que ela ficava irritadíssima, “bruxamente” zangada e com vontade de transformar quem falasse com ela, num sapo viscoso.

– Bolas! Raios e Trovões! Por que não consigo criar a minha poção aboboresca? – gritou furiosa, assustando o gato preto que dormia no sofá esburacado.

Nesse instante, surgindo nuvens negras no céu, inicia uma chuva tremenda, e o som de trovões.

É que, de cada vez que a Bruxa Titica grita “Raios e Trovões”, desata a chover e cria-se uma tempestade em todo o país das Bruxas, de tal modo violenta, que ficam uma semana sem ver o sol.

– Titica, Titica, que fizeste?!- Ouve-se uma voz guinchar.

Então, do nada, entra pela janela, a sua amiga Bruxa Fanica, montada numa vassoura rosa, último modelo.

– Outra vez a falhar nas poções? Já não aguentamos mais uma semana negra, sem luz e sem sol. Nós, Bruxas do país Bruxol, ao contrário do que pensam os simples humanos, gostamos de sol, não muito, claro! Mas faz-me bem às artroses e eu já ando a queixar-me outra vez.

– FFF, Fanica, não me aborreças que ainda te transformo num sapo.

– Ih Ihih, tenta! Quero ver se consegues: ultimamente, falhas todas as poções e ainda me transformas numa florzinha. Huum, pensando bem, não gosto nada dessas flores horrorosamente belas e cheirosas. RRR, dá-me arrepios!

Titica estava impaciente e bufando reclamou:

– Fanica, cala-te. Já não te posso ouvir.

– Bem, bem, afinal que se passa? Somos amigas, ou não?

–Quero fazer a minha poção aboboresca para o Halloween e não consigo. Sem ela, não temos abóboras suficientemente grandes para fazer a nossa Festa do Dia das Bruxas!

– Fanica, coçando a cabeça, pensativa, diz:

– E se te ajudasse? Vamos ler os ingredientes e ver se te esqueceste de alguma coisa.

Pegarem no livro das poções mágicas e leram:

Meio chifre de unicórnio
10 pelos de gato preto
Um dente de ogre
10 lágrimas de fantasma
Uma pedra da lua
Uma pitada de pó de abóbora

Misturar os ingredientes e mexer bem, até criar uma explosão.

– Misturaste os ingredientes?

– Claro que sim, não me esqueci de nada. Garanto!

A Fanica olhou para o gato e riu.

Ih Ih Ih

– Tens a certeza? Olha.

Olharam para o gato que estava muito entretido a lamber o chifre de unicórnio.

– Ai, ai, gato malvado. Dá cá!

Deitou-o imediatamente no caldeirão e PUM!

Ouviu-se uma explosão e as nuvens desapareceram.

– Conseguimoooos!

As bruxas pegaram na vassoura, na poção aboboresca mágica e deitaram-na nos campos à sua volta.

Imediatamente, começaram a crescer abóboras gigantes, com olhos e bocas pretas…perfeitas para a festa do Dia das Bruxas.

– Ah, aha!- Vamos ter tudo pronto para mais logo. Vai ser a melhor festa de sempre no país das bruxas!

Ana Silva, Lápis Mágico, 2020

Descarrega fichas de trabalho sobre A bruxa Titica e a poção aboboresca:

A bruxa Titica e a poção aboboresca, ficha pdf nº1
Atividade de cortar e colar para o Dia das Bruxas


Adira à nossa lista especial para receber conteúdos didáticos