Lápis Mágico

A Joaninha espertalhona

Uma história sobre uma Joaninha que enganou o sapo.

A Joaninha espertalhona

Um dia, uma joaninha, quando voava pelo jardim, foi apanhada por um sapo.

Quando este se preparava para a comer ela gritou:

– Sr. Sapo, se me comer, morrerá também.

– Ah! Ah! Ah! – riu-se o sapo – Com que então morrerei se te comer?! Achas que sou parvo? Eu sei o que queres. Queres é salvar-te. Ou será que, debaixo das tuas asas, transportas uma bomba?

– Não é bomba, mas é como se fosse.

– Ah sim?! Fala lá então. Por que é que eu morrerei se te comer?

– É que comi uma alface envenenada e já só tenho 12h de vida. Se me comeres agora morrerás também.

O sapo ficou calado a olhar atentamente a joaninha. Esta, esperta como era, mostrava-se abatida, quase a desfalecer e com falta de ar. Vendo isto, o sapo hesitava. Valeria a pena comer a joaninha? Então decidiu deixá-la ir em paz.

Sentindo-se livre, a joaninha voou alegremente por cima do sapo deixando-o ressabiado.

Ana Silva, Lápis Mágico

Descarrega fichas de trabalho sobre A Joaninha espertalhona:

A Joaninha espertalhona, ficha pdf nº1

Adira à nossa lista especial para receber conteúdos didáticos