Lápis Mágico

O Algar do Mouro de Minde

Diz a lenda que, entre Minde e Fonte da Serra, havia um palácio encantado numa caverna, onde vivia um velho mouro e a sua formosa sobrinha

O Algar do Mouro  de  Minde

No caminho de Minde para Fonte da Serra existe um algar com uns degraus cavados na rocha. Esta caverna está ligada a uma velha lenda de mouros…

Em tempos que já lá vão, havia neste local um palácio encantado onde vivia um velho mouro e a sua formosa sobrinha, facto este testemunhado pelos pastores e caminhantes.

Um dia uma mulher do povo surpreendeu a moura a limpar o seu tesouro e, assaltada por um desejo irresistível, decidiu vigiá-la para aproveitar a melhor altura de deitar mãos a tanta riqueza.

Um dia viu que o mouro e a sobrinha estavam à porta da caverna e, aproximando-se sem ser vista, surpreendeu a conversa entre os dois. O tio não concordava em deixar partir a sua sobrinha para uma visita a umas primas.

O velho tio temia morrer de repente e queria revelar-lhe o paradeiro de todos os seus tesouros escondidos, que eram muitos. Finalmente concordou e deixou-a partir com a sua aia.

Sabendo que o mouro ficava sozinho, a mulher voltou no dia seguinte com o seu marido e atacaram ambos o velho mouro, que caiu sem sentidos. Sem coragem para continuar naquela caverna escura, decidiram voltar mais tarde para levar o tesouro. Mas quando lá chegaram no dia seguinte, depararam com um pote de ferro que em vão tentaram abrir.

Voltaram ao outro dia preparados com ferramentas mas não encontraram qualquer tesouro.

A moura tinha voltado e escondeu toda a riqueza do seu tio noutro local.

Adira à nossa lista especial para receber conteúdos didáticos