Lápis Mágico

Tão-balalão

Esta lengalenga, muito antiga, era cantada durante uma brincadeira, em que uma criança era segurada pelos braços de outras mais velhas e “baloiçado” como um sino ou um badalo – um pequeno sino que se punha ao pescoço dos animais.

Tão-balalão

Tão-balalão
Soldado ladrão,
Menina bonita
Não tem coração.


Tão-balalão
Senhor capitão,
Espada na cinta
Sineta na mão.


Tão-balalão,
Cabeça de cão,
Cozida e assada
No meu caldeirão.


Tão-balalão,
Senhor Capitão
Orelha de porco
Pra comer com feijão.

**

Tão balalão
Cabeça de cão
Orelhas de gato
Não tem coração.

*

Não tem coração
Nem voz, nem talento
Orelhas de gato
Cabeça de vento.

*

Cabeça de vento
Orelhas de gato
Pescoço de bruxa
Rabo de macaco.

«Tãobalalão» seria a onomatopeia (som) do “sino”.

Adira à nossa lista especial para receber conteúdos didáticos